Processo de restauro

Engloba desde o momento que o cliente manifesta o interesse de restaurar a sua viatura até ao momento da entrega. As viaturas restauradas são o sonho de todo o apaixonado por clássicos e, na FM Clássicos, entendemos que as dificuldades do processo são o nosso trabalho e resolvê-las o nosso objectivo. Antes de partir para o restauro de uma viatura o cliente deve considerar os seguintes aspectos: Restaurar uma viatura implica um investimento económico a valorizar. Restaurar uma viatura costuma implicar, pelas dificuldades de todo o processo, mais tempo do que se esperava. Restaurar uma viatura é composto por avaliação, desmontagem, revista e reparação na sua totalidade. Restaurar uma viatura implica uma confiança mútua entre o profissional e o cliente, para se garantir o êxito do processo. Restaurar uma viatura de forma profissional, significa que o cliente pode despreocupar-se do processo sem comprometer o resultado. Neste processo pode definir-se várias etapas:

Avaliação prévia da viatura

Antes de começar um restauro, realiza-se uma meticulosa ficha de entrada que engloba aspectos mecânicos e estéticos sobre a viatura. Os resultados desta ficha expõem-se ao cliente para que conheça em profundidade o estado real da sua viatura e a prioridade dos aspectos a restaurar. Depois da elaboração da ficha de entrada, o cliente esta em condições de tomar a decisão que considere mais oportuna.  Voltar ao topo

Custo económico do restauro

Na FM Clássicos estamos na disposição de elaborar, se o cliente assim o desejar, um orçamento prévio global que permite ficar a saber muito aproximadamente o custo total do restauro. Uma vez conhecido o valor do orçamento global e aceite pelo cliente começamos a trabalhar com provisões de fundos que se vão sendo entregues com o desenrolar dos trabalhos de restauro orçamentados. Habitualmente a primeira entrega de fundos é destinada à aquisição de todo o material e peças, para minimizar o impacto da planificação temporal dos trabalhos de peças com prazos de entrega longos ou peças com dificuldade de encontrar.  Voltar ao topo

Inicio do trabalho de restauro

Uma vez que o cliente decide confiar em nós, define-se um responsável interno do restauro que vai ficar responsável, supervisionado pelo Gerente, dos trabalhos a realizar na viatura. Internamente editam-se e encadernam-se os livros de trabalho. O primeiro, o Livro do restauro recolhe toda a informação essencial sobre os trabalhos a realizar na viatura. O livro de restauro elabora-se à medida que se vai desmontando a viatura. Nele recolhe-se toda a informação relativamente a trabalhos a efectuar na carroçaria desmontada e as decisões a tomar em relação ao restauro que se vai fazer: reparação, substituição ou aprovação conforme o seu estado actual. Do livro de restauro obtém-se o orçamento de mão-de-obra. O segundo, o Livro de peças, permite conhecer as peças que vão ser substituídas e elaborar o orçamento de peças da viatura. As peças substituídas são apontadas no próprio livro. Conhecer o custo da peça nova permite comparar com o custo da reparação da mesma e decidir a melhor opção pensando sempre na poupança do cliente.  Voltar ao topo

Organização do restauro

Chave para o êxito do restauro, uma vez definidos os responsáveis da viatura é necessário encontrar um espaço físico onde se vão colocar a viatura e todos os componentes desmontados. Sobre o apertado controlo do responsável de restauros, todas as peças desmontadas são colocadas hermeticamente em caixas de plástico com número de referência e com a folha de trabalho correspondente do livro de restauro na qual se indicam que trabalhos se vão realizar com elas. Todas estas caixas devidamente ordenadas dispõem-se nas correspondentes estantes e utilizam-se ao longo do processo de restauro. Com isto se garante a localização imediata de qualquer peça e minimiza-se as perdas habituais ou deterioração das peças desmontadas. A medida que avançam os trabalhos, toda a informação sobre o restauro será lançada na área privada do cliente para que possa realizar o seguimento do processo. Todos os trabalhos e avanços podem ser consultados através do nosso sitio na internet, através de uma extensa reportagem gráfica e informativa sem a necessidade de visitar as nossas instalações.  Voltar ao topo

Fim do restauro, ajustes finais e rodagem

Na FM Clássicos uma vez terminado o trabalho de restauro, começa a parte mais delicada do trabalho que consiste basicamente em começar a rodar a viatura, revistar todos os ajustes dos componentes instalados e resolver todos os pequenos detalhes que surjam para garantir a satisfação do cliente. O pormenor final, a originalidade dos detalhes e acabamentos é o que temos de tratar com mais carinho para conseguir um restauro meticuloso. As provas da viatura durante mais de 1000 kms em diferentes cenários, o mais realista possível, permite-nos comprovar que todos os sistemas estão em óptimo estado de funcionamento, e qualquer possível problema se localize e solucione antes da entrega da viatura.  Voltar ao topo

Entrega da viatura e dossier de restauro

Uma vez testada a viatura e verificado que tudo está em condições da entrega realiza-se, mesmo assim, um último exame que denominamos de revisão pré-entrega, em que se faz uma revisão pela última vez à viatura. Todo o material gráfico existente na área privada, do qual o cliente pode seguir todo o desenrolar do processo, utiliza-se para criar um dossier de restauro que acompanha a viatura e seu dono com o objectivo de servir de certificado dos trabalhos realizados pela FM Clássicos.  Voltar ao topo

FacebookTwitterGoogle+LinkedInPinterestPartilhar